fbpx
Close

19 de junho de 2019

Por que o vidro baixo emissivo é ideal para áreas externas?

A alta eficiência do vidro baixo emissivo vem despertado o interesse de engenheiros, decoradores e arquitetos. Diferentes projetos comerciais e residenciais têm investido neste tipo de vidro para manter o conforto térmico dos ambientes, sem comprometer a luminosidade.

Também conhecido como Low-e (low-emissivity), o vidro baixo emissivo tem a aparência de um vidro comum e apresenta uma camada metálica extrafina de baixa emissividade. Invisível a olho nu, esta camada controla a incidência dos raios solares e a troca de temperatura entre os ambientes internos e externos.

A camada metálica pode ser aplicada no vidro de forma contínua sobre o vidro durante a sua fabricação. Este processo é conhecido como pirolítico (hard coat). Outro mecanismo é o bombardeio iônico, no qual a camada é aplicada no vidro dentro de uma câmara fechada.

LEIA MAIS: Fachada de vidro para residências, dicas importantes

 

Diferenciais do vidro baixo emissivo

O vidro baixo emissivo é conhecido por ser muito usado em países que sofrem com as baixas temperaturas. Isso porque o objetivo é reduzir a entrada do frio e a saída do calor no ambiente.

Porém, o Low-e acabou conquistando adeptos também no Brasil. Em cidades muito quentes, o vidro baixo emissivo mantém o conforto térmico dentro dos espaços.

Esta importante característica do vidro baixo emissivo o torna sustentável, já que o conforto térmico reduz a necessidade de manter aquecedores, climatizadores e aparelhos de ar-condicionado ligados.

Por ser considerado um vidro especial, o vidro Low-e pode apresentar um valor elevado, motivo pelo qual ele é visto com mais frequência nos ambientes comerciais. Entretanto, a economia nas contas de energia acaba compensando o investimento.

O vidro baixo emissivo pode ser aplicado em fachadas de residências e prédios, produtos de linha branca, tetos solares de carros, coberturas de grandes estabelecimentos comerciais, ambientes com teto de vidro, divisórias, piscinas, aquários, varandas envidraçadas, janelas e portas.

O vidro baixo emissivo deve ser laminado ou duplo, podendo, ainda, ser temperado, dependendo das especificidades do projeto. Quando aliado ao vidro insulado (duplo), o isolamento térmico se torna ainda mais eficiente.

 

Onde comprar um vidro baixo emissivo de qualidade?

Arquitetos, engenheiros e decoradores precisam atestar a qualidade do vidro baixo emissivo para compor seus projetos. Nesta hora, é possível contar com a A2 Vidros.

A empresa oferece vidros de alta qualidade para empresas e vidraçarias e possui fornos próprios para temperar e laminar o vidro, sempre atenta às normas do segmento e com estrutura para desenvolver produtos em grandes volumes.

Certificados pelo Inmetro, todos os vidros que saem das duas unidades da A2 Vidros passam por um rigoroso controle de qualidade.

Somando décadas de experiência no mercado vidreiro, a A2 Vidros tem sempre um vidro ideal para projetos de construção civil, arquitetura, design e mobiliário.

Para saber mais sobre os produtos oferecidos pela A2 Vidros, preencha nosso formulário de contato ou entre em contato pelos telefones (11) 3682-2529 ou (19) 4042-5010.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar