fbpx
Faça seu Pedido Online Esqueci meus dados
Close

17 de outubro de 2019

Dica para formação de preços para vidraceiros

Ótimos instaladores técnicos de vidro nem sempre são bons administradores de vidraçarias. Confira se você está cobrando o preço adequado

Em qualquer empreendimento, inclusive vidraçarias, a formação dos preços é essencial. Se cobrar muito, a demanda pode cair e o movimento fica fraco. Porém, se cobrar pouco, a situação é ainda pior. É prejuízo certo no final do mês. Em alguns casos até “se paga para trabalhar”.

O segredo de qualquer negócio é conhecer muito bem seus custos. Com isso é possível saber qual é o limite ao qual se pode reduzir os preços.

Conhecer os custos, entretanto, não é tão fácil quanto parece. E existem diversas técnicas para isso.

Uma das mais simples é a da utilização de envelopes. Funciona da seguinte forma:

Compre vários envelopes pequenos.

No primeiro vá colocando comprovantes ou recibos de todas as contas que a vidraçaria precisa pagar para continuar funcionando. Essas são as despesas fixas, como, por exemplo, aluguel, pagamento de funcionários, água, luz, telefone etc.

A cada serviço contratado, separe um envelope e coloque, na frente, o valor que foi fechado com o cliente. E vá incluindo em cada um deles as despesas que teve para executar aquele serviço, incluindo vidros, ferragens, combustível, silicones, quebras de vidros etc.

Se você estiver pagando máquinas, uniformes ou o automóvel da empresa, inclua os valores dessas parcelas em um outro envelope. Se já tiver quitado tudo, imagine em quanto tempo terá de repor esses bens adquiridos e vá incluindo papéis com esse valor nos envelopes, como se fossem parcelas mensais. Inclua também papéis com parcelas de décimo terceiro de funcionários e despesas anuais, como IPTU, IPVA e outras. O valor mencionado nesses papéis deve ser investido em uma conta poupança no final de cada mês.

Também ao final de cada mês, verifique quanto cada serviço lhe rendeu subtraindo, de cada um dos envelopes de serviços realizados, o valor das despesas daquela instalação.

Some todas as diferenças para saber o valor obtido em todas as instalações realizadas naquele mês. Esse é o lucro bruto obtido.

A seguir, some todas as despesas colocadas no envelope de despesas fixas e o valor dos papéis. E, por fim, subtraia esse valor de despesas fixas e despesas futuras do lucro bruto obtido com as instalações. O que restar é o lucro líquido. É suficiente para sustentar você e sua família? Se a resposta for sim, o preço cobrado está adequado. Se não for suficiente, o preço deverá ser aumentado ou alguma despesa deverá ser reduzida no mês seguinte.

Parceria com seu fornecedor

Outra questão importante de redução de custos e aumento da eficiência de uma vidraçaria é estabelecer uma parceria com um fornecedor eficiente e dinâmico.

A2 Vidros oferece vidros de alta qualidade para vidraçarias e possui fornos próprios para temperar e laminar o vidro, sempre atenta às normas do segmento e com estrutura para desenvolver produtos em grandes volumes.

Certificados pelo Inmetro, todos os vidros que saem das duas unidades da A2 Vidros passam por um rigoroso controle de qualidade.

Somando décadas de experiência no mercado vidreiro, a A2 Vidros tem sempre um vidro ideal para projetos de construção civil, arquitetura, design e mobiliário.

Para saber mais sobre os produtos oferecidos pela A2 Vidros, preencha nosso formulário de contato ou entre em contato pelos telefones (11) 3682-2529 ou (19) 4042-5010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar